Rio 2016: a Olimpíada chega à Ilha de Caras

Modalidades do esporte inspiram profissionais a repaginar o local.

O maior evento esportivo do mundo só começa em agosto de 2016, no Rio de Janeiro. Mas na Ilha de CARAS, em Angra dos Reis, já foi dada a largada para os Jogos Olímpicos. Renomados arquitetos, designers de interiores e decoradores terão a missão de transformar os 14 ambientes do local, sob a coordenação do engenheiro Mario Wrobel (63), da Tempore Engenharia, inspirados  em modalidades da Olimpíada. Como uma espécie de treino, todos os profissionais se reuniram com gana de dar o seu melhor no dia do sorteio dos espaços. A cada nome tirado da urna, a sensação de mais um grande desafio.

Também do time de veteranas na Ilha, Claudia Brassaroto (49) vibrou ao saber qual seria o seu espaço: a Suíte 2, transformada a partir de referências do tênis. “Já estou aqui viajando, pensando em criar detalhes com os fios de náilon das raquetes, talvez um megapainel atrás da cama, com todas as tranças, de tudo o quanto é jeito. Inclusive, quem quiser, pode fazer em sua própria casa. Em um quarto de adolescente, por exemplo, fica superdiferente”, explicou Claudia, acrescentando que não esquecerá de homenagear Gustavo Kuerten (39), o maior tenista da história do Brasil.
A dupla vista para o mar, da varanda e da porta, também foi exaltada pela arquiteta. “O convidado que se hospedar aqui vai se sentir um campeão, não só na questão do conforto, mas por estar cercado pelo paraíso”, disse.